Entrevista com o baterista Andy Marsden

23/01/2018 18:30

Andrew Marsden

 

Vocês sabiam que o Manny Elias não foi o primeiro baterista que participou de Tears For Fears? Pois é, o primeiro foi Andy Marsden, ex-Graduate, que gravou a bateria para o primeiro single da banda, Suffer The Children, em 1981.

A equipe do Tears For Fears - Brasil teve a oportunidade de entrevistá-lo e trouxe para vocês algumas informações muito interessantes sobre a fase de Roland e Curt em Graduate e da transição para TFF. Confiram!

 

Entrevista realizada com o baterista Andy Marsden (Graduate, Suffer The Children single) no dia 22 de janeiro de 2018, via Facebook.

 

TFF-BR: Inicialmente, antes de começarmos a entrevista, nós gostaríamos, como fãs de Tears for Fears e Graduate, agradecer por toda atenção e colaboração para esse nosso projeto. Acreditamos ser bastante enriquecedora uma experiência como esta.

Pois bem, Graduate foi formada por volta de 1978 e durou até 1981, você poderia nos contar um pouco como se deu a formação da banda, como se conheceram?

Andy Marsden: Roland e John formavam uma dupla (Baker Brothers). Eles me conheceram num grupo de teatro e assim nos tornamos um trio. Steve se juntou a nós, e depois de algumas tentativas com alguns baixistas, encontramos Curt, amigo de escola de Roland. Foi assim que Graduate se formou!

 

Andy Marsden: O produtor da escola de teatro gerenciou inicialmente a banda. Depois de vários shows conseguimos um contrato com a gravadora PRT. Nós fizemos uma turnê pelo Reino Unido e Europa, mas não conseguimos atingir números expressivos nas paradas britânicas. Nosso segundo álbum nunca foi lançado e a gravadora perdeu o interesse, assim a banda terminou. Depois de um tempo, Roland me pediu para ouvir algumas novas músicas que eu tinha escrito e assim gravamos algumas demos que o permitiram obter alguns acordos. O resto é história!

Os meninos do Graduate antes de se apresentarem no Nero's, em Bath. 4 de setembro de 1979.

 

TFF-BR: Ainda sobre Graduate, especificamente sobre o álbum Acting my Age, você poderia nos dizer uma música preferida? Eu, particularmente, gosto demais de Happens so Fast, acho o vocal do Curt muito rock n roll!

Andy Marsden: Minha preferida é Ever Met a Day.

 

TFF-BR: Em algumas entrevistas, tanto Curt quando Roland afirmam que o que motivou a separação da banda foi o conflito de interesses: enquanto eles priorizavam o estúdio, os outros membros queriam se manter em turnê. Até que ponto esta questão de fato influenciou o fim da banda?

Andy Marsden: Roland estava disposto a escrever material novo, fazer novas músicas, não a continuar com as antigas. Isso significava que o resto da banda não teria nada a fazer. Assim, todos percebemos que era hora de acabar e seguir novos rumos.

TFF-BR: Após o fim do Graduate e antes da consolidação do Tears for Fears, você ainda teve contato com Roland e Curt no âmbito musical, como por exemplo, na gravação de algumas músicas?

Andy Marsden: Nós ainda éramos amigos. Depois de gravar “Suffer The Children” e “White Papers”, acabei me mudando de Bath e perdendo o contato. Ficamos sem nos comunicar por mais de 10 anos.

TFF-BR: Quais foram os músicos envolvidos na gravação dessas músicas? A banda já se chamava Tears for Fears?

Andy Marsden: Roland, Curt, David Lord e eu. “Ideas as Opiates” era o nome da banda até então, mas foi rapidamente mudado para Tears for Fears.

TFF-BR: É realmente interessante perceber que a “primeira formação” da banda apresenta muitos músicos que não são mencionados na história, mas que foram muito importantes para o início, como você e David Lord. Você se recorda como foi gravar essas faixas?

Andy Marsden: Lembro-me que gravamos no Crescent Studios, em Bath, mesmo local em que gravamos todo o material do Graduate.

TFF-BR: Após estes trabalhos, você continuou o trabalho como baterista ou migrou para outra área?

Andy Marsden: Não, após me mudar, eu acabei seguindo em outra área, acabei me afastando da música.

TFF-BR: Andy, em nome de toda a comunidade de fãs do Tears for Fears, e que também adoram Graduate, agradeço a você por toda paciência e gentileza por esta singela, mas muito rica, entrevista. Um grande abraço dos fãs brasileiros!

Andy Marsden: Eu que agradeço. Fiquem bem, abraços!

 

Topic: Entrevista com o baterista Andy Marsden (primórdios de TFF)

Graduate

Data: 25/08/2018 | De: Publio

Fantástica a entrevista.

Novo comentário