Pale Shelter

 

Letra: Roland Orzabal

Vocais: Curt Smith

Ano de Lançamento: 29 de março de 1982 (single 'Pale Shelter - You Don't Give me Love') 

 

Pale Shelter Abrigo Frágil

 

How can I be sure?

When your intrusion is my illusion

How can I be sure?

When all the time you changed

my mind

I asked for more and more

How can I be sure?

 

When you don't give me love

You gave me Pale shelter

You don't give me love

You give me cold hands

And I can't operate on this failure

When all I want to be is

Completely in command

 

How can I be sure?

For all you say you keep me

waiting

How can I be sure?

When all you do is see me

through

I asked for more and more

How can I be sure?

 

When you don't give me love

You gave me Pale shelter

You don't give me love

You give me cold hands

And I can't operate on this failure

When all I want to be is

Completely in command

 

I've been here before

There is no why,

no need to try

I thought you had it all

I'm calling you,

I'm calling you

I ask for more and more

How can I be sure?

 

When you don't give me love

You gave me Pale Shelter

You don't give me love

You give me cold hands

And I can't operate on this failure

When all I want to be is

Completely in command

 

You don't give me love

 

Como eu posso ter certeza?

Quando a sua intrusão é minha ilusão

Como eu posso ter certeza?

Quando o tempo todo você mudou a

minha cabeça

Eu pedi por mais e mais

Como eu posso ter certeza?

 

Quando você não me dá amor

Você me deu Abrigo Frágil

Você não me dá amor

Você me dá mãos frias

E eu não posso agir nesse fracasso

Quando tudo o que eu quero é estar

Completamente no comando

 

Como eu posso ter certeza?

Para tudo que você diz você me mantém

esperando

Como eu posso ter certeza?

Quando tudo que você faz é olhar

através de mim

Eu pedi por mais e mais

Como eu posso ter certeza?

 

Quando você não me dá amor

Você me deu Abrigo Frágil

Você não me dá amor

Você me dá mãos frias

E eu não posso agir nesse fracasso

Quando tudo o que eu quero é estar

Completamente no comando

 

Eu estive aqui antes

Não há nenhum porquê,

não há necessidade de tentar

Pensei que você tivesse compreendido

Eu estou te chamando,

eu estou te chamando

Eu peço por mais e mais

Como eu posso ter certeza?

 

Quando você não me dá amor

Você me deu Abrigo Frágil

Você não me dá amor

Você me dá mãos frias

E eu não posso agir nesse fracasso

Quando tudo o que eu quero é estar

Completamente no comando

 

Você não me deu amor

 

Curisosidades:

 

    Originalmente denominada "Pale Shelter (You Don't Give me Love)", com produção de Mike Howlett, foi o segundo single lançado pela banda em março de 1982. Porém o sucesso só veio a acontecer de fato na reedição da música (com alguns elementos diferentes: como um breve lamber de piano), em agosto de 1983, produzido por Ross Cullum e Chris Hughes. "Pale Shelter" (em sua reedição) se tornou o 3º hit saído de "The Hurting", alcançando a 5ª colocação da parada britânica (a 1ª edição de "Pale Shelter" alcançou apenas a 193ª colocação).

    "Pale Shelter", junto com "Suffer The Children" são as músicas mais antigas da banda. Originalmente gravada para a primeira fita demo (dupla) em 1981. O título da canção é uma referência ao desenho "Pale Shelter Scene", do escultor britânico Henry Moore.

    Dentre as "jogadas" da Mercury para alavancar "Pale Shelter", diz respeito à estética: A Mercury utilizou disco personalizado e truques para tornar o vinil colorido (populares nas décadas de 70 e 80). Ao todo, 11 variações da mesma reedição estavam disponíveis para aquisição.

    Em 1985, "Pale Shelter" ganha uma nova edição: aproveitando o sucesso de "The Hurting" e seguindo a ascenção de "Songs from The Big Chair", a Mercury reedita a versão original, de Howlett. Seu lançamento foi tímido, alcançando estando no top 75 inglês.

    Na versão original de "Pale Shelter" uma voz misteriosa diz algumas coisas: Na verdade tal sussurro, é uma fala invertida de Roland Orzabal, que diz: "is an amplification of the sickness in the individual... sickness in the system... is an amplification of the sickness in the individual". (é uma amplificação da doença do indivíduo... doença no sistema... é uma amplificação da doença no indivíduo). 

    Na versão "Long Version" (faixa bônus de "The Hurting), os versos cantados são: "How can I ever know? / How can I decide when you're inside? / Won't ever let me go, how can I be sure?"  ("Como eu posso saber? / Como eu posso decidir quando você está dentro? / Nunca vai me deixar ir, como posso ter certeza?")

 

Roland Orzabal (adapt.):

    "Às vezes não consigo terminar uma música, então eu aprendi a deixá-la incompleta por uma, duas semanas, em alguns casos. Por exemplo, em 'Pale Shelter', eu fiquei tocando dois acordes por semanas. Em seguida, numa manhã, eu acordei e cantei a melodia e as palavras. Outro dia, me deparei folheando um livro de arte e me deparei com 'Pale Shelter' de Henry Moore, de modo que tudo se encaixava."

    "É uma espécie de canção de amor, por mais que seja algo mais direcionado a um dos pais, do que propriamente uma menina".

Comentários: Pale Shelter

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!